O blog está passando por reformulações, desculpe o inconveniente.

Martelo de Kingoodie - Misterios | NERD Mitológico


Histórico: O ano era simplesmente 1844! O local era Kingoodie Quarry, em Kingoodie, Escócia. Desde aquela época, o local já era conhecido entre os paleontólogos por haver vestígios de fósseis no local. Foi numa busca de fósseis que Sir David Brewster encontrou algo que faria que muita gente perdesse boas noites de sono…
O que ele encontrou foi uma rocha de arenito com algo estranho encrustado. Aparentemente um tipo de martelo pré-histórico, de aproximadamente 12,5 cm e o que deixou Brewster perplexo. Ele nunca tinha encontrado nada parecido. Tão logo achado o fóssil, ele levou para a Brittish Association o qual datou que provavelmente a pedra era pré-histórica. Porém, a datação com precisão só ocorreu no ano de 1985 pelo Dr. A. W. Medd do Centro Britânico de Pesquisas Geológicas. O resultado foi simplesmente assombroso:


O bloco de arenito que contém o martelo foi datado do período Devoniano (entre 360 e 408 milhões de anos atrás!). Isto significa que este martelo data ANTES dos próprios dinossauros, que surgiram apenas no período Triássico. A grande questão é? Quem fez o martelo, se segundo a clássica teoria, só existiam insetos e animais aquáticos neste período

FONTE: http://www.misteriosdahumanidade.com/2010/06/o-martelo-de-kingoodie.html#ixzz26Z2m9OXj



Bom, se você leu até aqui, você adquiriu toda a informação disponível encontrada na internet, o que me deixa muito intrigado, ninguém deu a atenção devida a esse achado, existem muitas perguntas a serem respondidas e não houve nenhuma pesquisa, o próprio objecto é desconhecido por grande parte das pessoas, mas por quê? Veja, esse objecto, simplesmente põe em xeque toda a ciência contemporânea, a Teoria de Darwin vai pro espaço! A ideia de ter existido uma espécie inteligente capaz de criar ferramentas milhões de anos atrás é impressionante e mais impressionante é a falta de interesse pelos cientistas. Num livro chamado “Arqueologia Proibida”, seus autores afirmam que todas as teorias estão erradas, mostram diversos achados inexplicáveis de milhões de anos, onde a ciência não se importa e ainda ridiculariza essas descobertas! Seus autores afirmam, que todas as descobertas misteriosas ou inexplicáveis são novamente “encobertas” para não questionar essas já aceitas pela comunidade científica.

Quando vi essa notícia pela primeira vez me vieram um monte de perguntas que não foram respondidas pela comunidade científica, o que fiz foi pesquisar visando diminuir minha curiosidade sobre esse objecto, onde postarei algumas informações que eu adquiri e questionar algumas hipóteses.





















Uma das primeiras perguntas que me vieram à mente foi justamente acerca da primeira afirmação dada antes de uma análise moderna, de que essa ferramenta primitiva seria da Idade da Pedra. Uma simples observação, baseada pelas fotos disponíveis, nota-se que a ferramenta é composta por um cabo de madeira e a cabeça de algum tipo de metal, possivelmente ferro (não existem detalhes na internet sobre sua composição), portanto quem quer que tenha criado essa ferramenta já tinha noções de metalurgia, aplicando técnicas de fundição para criar a cabeça do martelo. Portanto, a ideia de que essa ferramenta poderia ser da Idade da Pedra simplesmente beira o absurdo, já que os humanos que viveram nessa época ainda não tinham desenvolvido essa técnica.




















Uma segunda questão seria sobre a idade do objecto, pesquisei alguns métodos usados para analisar a idade de algum objecto, descobri que o famoso teste de Carbono 14, tem uma limitação de até 60 mil anos, já que após essa idade os resultados passariam a ser inconclusivos. Actualmente existem outras formas para datar um objecto mais antigo, como o caso do Teste do Potássio 40, que pode alcançar a casa de biliões de anos, mas também não são 100% conclusivo e muito cientistas não aceitam seus resultados. Outra curiosidade é que a maioria desses testes são feitos com uma base orgânica, ou seja, o material a ser testado deve ter vivido, como seria o caso do cabo da ferramenta, que teria vivido e absorvido carbono no decorrer de sua existência como árvore. Outra observação é que o teste utilizado fora feito na placa de arenito onde está presa a ferramenta e não directamente sobre ela.

Sobre a afirmação feita acima, muitos cientistas divergem sobre isso, uma vez que há também a possibilidade do objecto ser da mesma época da placa, já que como fora encontrada enterrada, há a hipótese de que o martelo fora perdido na mesma época e com o passar dos anos, da erosão, chuva e etc., a natureza tratou de enterrar normalmente, como é o caso dos fosseis de dinossauros e outras peças arqueológicas.

Uma terceira questão seria que com o tempo decorrido, esse martelo não teria sido decomposto pela natureza? Todas as pesquisas me levaram a um mesmo resultado, SIM, ela já teria sido decomposta, uma vez que a madeira no cabo é de madeira e sua cabeça seja possivelmente de metal, ambas já teriam desaparecido pela a acção do tempo.

Bom, com essas perguntas e algumas conclusões, temos algumas hipóteses feitas por cientistas e por pessoas comuns, assim como eu, que divergem muito entre si.

Uma hipótese adotada e que muitos acreditam é que esse objecto nada mais é do que uma fraude e foi colocada ali como o objectivo de chamar a atenção, mas, lembremos de quem supostamente fez essa descoberta era um cientista muito respeitado e que ganhou diversas medalhas pela sua contribuição para a ciência, portanto eu duvido muito que um cientista renomado seria capaz de arriscar sua carreira com uma conduta como essa.

Outra hipótese seria de que as analises estejam erradas, que o teste utilizado não era adequado ou que o objecto poderia ter sido contaminado entre o espaço de tempo em que foi descoberto e quando foi analisado modernamente.

Existe também uma teoria de que seres extraterrestres poderiam ter nos visitado e esquecido ou perdido essa ferramenta, o que responderia a questão de que a ferramenta não teria se decomposto até hoje, por ter sido feita com materiais não existentes aqui na Terra e também o facto de não divulgarem sua composição. Pessoalmente, eu duvido bastante dessa teoria porque vejo um objecto muito primitivo, seres extraterrestres que dominam a tecnologia das grandes viagens interplanetárias não teriam como deixar um objecto tão simples e primitivo.

Uma última teoria é de que poderia ter existido uma forma de vida inteligente, capaz de criar ferramentas assim como nós, em tempos anteriores e foram extintas antes do desenvolvimento da evolução humana.

Como viram, existem muitas perguntas, teorias, mas nenhuma resposta que de facto possa saciar a nossa curiosidade, o que realmente me impressiona é a falta de interesse da ciência para explicar casos como esse. Seria esse mais um caso de encobrimento de informações como os autores do livro “Arqueologia Proibida”?

fonte: Astro Foco



Minha opinião.


Acho que, há muitas provas de que houve vida antes de nós na terra, ou que os seres humanos já a habitavam antes dos dinossauros, porque a data de 408 milhões de anos, segundo o que os cientistas falam ( E eu acho que eles ocultam muito) Só existiria nesta época seres pouco desenvolvidos, então quem fez este martelo? Ele apareceu do nada? Este e somente uma parte do misterio que e a vida do Homem na terra

Nenhum comentário