O blog está passando por reformulações, desculpe o inconveniente.

Friga - Mitologia Nórdica | NERD Mitológico

Deusa do céu, do amor, fertilidade e da fidelidade conjugal, era sempre invocada durante os matrimônios e partos.
Seu nome significa "a amada" e era filha de Odin e Jörd, apesar de ter sido a segunda esposa do pai. É mãe de Balder, Bragi e Hoor. Faz parte da trindade formada por Ring, Jörd e ela. Conhece o futuro, porém não pode revelar. Simboliza o silêncio ou o ouvido. Aparece vestida com panos brancos, um cinto de ouro na cintura do qual saem chaves, símbolo da dona de casa nórdica. Possuía uma capa de penas de falcão e podia transformar-se em ave. Está associada à agricultura, pecuária, tarefas domésticas e principalmente, às batalhas. É considerada a terra cultivada, habitada. É a única que não tem permissão para sentar-se no trono Hliðskjálf e observar os nove mundos. Sua história mais famosa a retrata em seu papel de mãe, no relato da morte de Balder, seu filho. Friga tentou protegê-lo depois de ter sonhos proféticos sobre sua própria morte. A deusa percorreu o mundo e fez com que todas as criaturas jurassem que não lhe causariam dano, porém o gigante Loki transformou-se em mulher e perguntou-lhe se havia esquecido de tomar o juramento de alguma coisa, ou alguém. Friga lhe confessou que havia esquecido do visco. Loki fez um dardo usando um visco e colocou-o nas mãos de Höðr, irmão cego de Balder. Guiado por Loki, o menino lançou o dardo como brincadeira e terminou matando o irmão. Friga tentou salvar o filho do infra mundo.

Fonte: Seu History

Nenhum comentário